Seguidores

domingo, 20 de janeiro de 2013

MIKE MURDOCK? DE NOVO? NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! PARTE I

Por Alberto Couto Filho
· Às autoridades constituídas – policiais e judiciárias
SOCORRO! 
POLICIA!
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL!
RECEITA FEDERAL! 
JOAQUIM BARBOSA!
LUIZ FUX!
Aos céus:
SOCORRO JESUS!  MARANATA!
PAROUSIA   JÁ!

Leitores amigos que estão por aqui, vivendo uma triste realidade nesta “quase real” Gothan City.

Perdoem-me por tardar a comentar sobre estas últimas (Queira Deus) aparições do charlatão Mike Murdock, na TV. A presença daquele abjeto saltimbanco vinha sendo anunciada pelo seu parceiro brasileiro pastor Silas Malafaia. Avizinhava-se um novo golpe, um conto-do-vigário com a marca registrada dos estelionatários norte-americanos, seus mentores aqui pela ADVEC.                                                                                                                        
Confesso não ter acreditado que ele tivesse coragem de voltar à “terrinha” face à decepção, à grita levantada pelas vítimas que assistiram o “crac” do malogrado “Clube de um milhão de almas”.
Eu, particularmente, não acreditava neste audacioso retorno, mesmo com a segurança e o carro blindado do seu comparsa brasileiro, da mesma forma que não acredito nos números registrados por aquele marcador  – tem muita gente morrendo de ódio desses charlatões.

“Consummatum est” – puseram em execução um novo plano para tirar dinheiro daqueles que, dificilmente, terão danos reparados pela nossa Justiça, se/quando reclamados os valores entregues àqueles espertalhões para a aquisição das bênçãos do Senhor (!)

ATENÇÃO! LESADOS, AFLITOS OU AMBICIOSOS, VÍTIMAS DOS RUFIÕES DA PROSPERIDADE: Malafaia, Morris e Murdock.
·                    O trato com o dinheiro é objeto de tutela Civil e também na esfera Criminal;
·                    Vocês podem pedir, na Justiça, a devolução daquela malfadada semente, sob a alegação de ter havido um constrangimento emocional ou por ter havido uma promessa ou garantia de que aquela doação (oferta) teria um retorno, uma espécie de “bônus espiritual” (?) conferido por Deus, sob a forma de benção – se conseguir advogado para reparar o seu dano e se tiver recursos para pagar um excelente causidico para comprovar a existência da ilicitude e contestar a fraude ou a torpeza bilateral (será que vale a pena?);
·                    Por não haver reparação da perda sofrida, o Direito Civil, infelizmente, não pode taxar os embusteiros de criminosos. Por isso os finórios da prosperidade voam tranquilos nos seus jatos, enquanto acontece a inadimplência de alugueres, prestações, mensalidades escolares e outras obrigações contraídas pelas ingênuas (não para a nossa Justiça) vítimas do golpe;
·                     Já o Direito Criminal, se invertida a ordem das proposições (acusação), prevê a reparação do dano, desde que o delito seja comprovado. Esta reparação será de obrigatoriedade legal a partir do disposto no Código Penal que a tem como consequência obrigatória da condenação;
·                     Não importa se o “otário” agiu de boa ou má-fé, se era ou não legal fazer a doação ou se agiu de forma torpe. Seu advogado precisa levar ao juiz a existência do estelionato, o crime perpetrado, por assim dizer.

O irritadiço "boca-suja", o polêmico e cobiçoso Silas Malafaia prossegue incólume, ileso, amontoando para si, não só mestres estelionatários, como também, uma considerável fortuna com o dinheiro que arrecada. Salomão estava certo quando escreveu sobre a impossibilidade do homem ganancioso dominar esta esta fraqueza pelo dinheiro: “Quem ama o dinheiro jamais dele se farta; e quem ama a abundância, as riquezas, nunca se farta da renda; também isto é vaidade”.(Ec 5:10)
Parece que o senhor Silas desprezou o ardiloso Murdock, quando disse, $abiamente (?? rsrsrs):: 107 “Uma fraqueza que não é dominada sempre gera uma tragédia

Se o Murdock não tivesse o dinheiro que tem, não conseguiria minimizar os efeitos da tragédia que se abateu sobre ele ao final de 2011 – “o feitiço teria virado contra o feiticeiro, por ter sido revelada uma das suas torpes fraquezas”:
Um missionário e amigo da família de Murdock escreveu um livro sobre o Pastor, onde faz diversas acusações. O livro intitulado “Thieves: A dirty TV pastor and the man who robbed him” (em tradução livre para o português: “Ladrões: um pastor da TV desonesto e o homem que o roubou”) traz diversas e detalhadas acusações contra Mike Murdock e ainda relata a fraqueza daquele Pastor por riquezas e mulheres rameiras.
O autor do livro, Brian “Trey” Smith, amigo íntimo de Jason Murdock, filho do charlatão, afirma ter conhecido uma sala secreta na mansão da família, que mais parecia um grande cofre, onde o Pastor mantinha bebidas, relógios e moedas de coleção e revistas pornográficas.
Pois é, prosélitos da ADVC – esse é o  “Charada”, inimigo íntimo da nossa iludida Gotham e amigo íntimo do pastor “Duas Caras”.  Confiram na Web.

Se, realmente, o enfatuado Silas formou-se em Psicologia, ele sabe da necessidade que tem de tratar-se com um psicanalista e, até, com um psiquiatra, pois são visíveis os sintomas de um “TPH” (Transtorno de personalidade histriônica). Venham comigo e com o psicanalista Armando Colognese Jr do Instituto Sedes Sapientiae de São Paulo, e confiram estes sintomas:
Egocentrismo (individualismo) desorganização egóica, egotismo, egolatria, autoindulgência insensata, comportamento persistente e manipulativo para suprir suas próprias necessidades, atitudes onipotentes de tom de superioridade.
Segundo Colognese, tipos como o Silas agem assim como defesa, quando se sentem muitíssimo ameaçado por uma situação catastrófica (tipo um colapso psicótico ou medo de ser desvendado, desmascarado e cair em desgraça) – será isto?.
.
Será que esses dois enfatuados não percebem que esta nova pantomina da dupla irá criar mais cizânia no âmbito da Igreja?
Teremos, como agora, mais contenda de palavras, provocações e altercações sem fim, enquanto somos escarnecidos pelos ímpios por estarem blasfemando contra o nome do nosso Deus.

Nosso conhecido Siri-Na-Lata, tido por alguns como o novo Bozó da TV Globo, tornou-se cúmplice de charlatões da prosperidade como Morris Cerullo, Miles Monroe e Mike Murdock, adeptos fervorosos de Mamon, alguns dos responsáveis diretos por esta minha dolorosa "EMEfobia parcial” (permitam-me risos);
Prestes a deixar de ser crente temente a Deus ao concluir sobre o quão insuportável estava sendo para ele a sã doutrina; por ter experimentado, no passado, por várias vezes, a vergonha, os rigores e as dores de uma insolvência parcial e por ter sentido muitas comichões em seus ouvidos, procurou cercar-se de falsos mestres, segundo sua própria cobiça.
Aqui está o Silas fazendo ouvidos moucos à verdade; ocupando-se com os mitos gnósticos do mumiático Morris Cerullo, perdido em deseducada e frívola tagarelice, quando o seu cúmplice Murdock é acusado de ser um notório aldabrão, um escroque internacional.
Hoje, lamentavelmente, constata-se que o lábeu do Malafaia tem como arquétipo o mau caráter do cínico Mike Murdock (confissão no vídeo) seu astuto comparsa que com firulas metafóricas, ditas e escritas, consegue encobrir suas invencionices doutrinárias, de pessoas, minoritariamente generosas, e outras tantas em sua grande maioria aflitas ou ambiciosas, extorquindo-as em troca de promessas de bênçãos do Senhor.

E ei-lo, a meu ver acintosa, e corajosamente, mais uma vez entre nós,
Ei-lo, de volta à cena do crime perpetrado em 2010 (Clube de Um Milhão de Almas) para o ajuste de contas com seu comparsa brasileiro.
Devido aos pífios resultados obtidos pelo ardiloso plano de captação de recursos para financiar os projetos pessoais do conhecido franqueador da marca “VC”, mediante aquela ruinosa semente de 1000 reais, ai está o Silas, mais uma vez, com um novo conto-do-vigário, golpe urdido, em meses anteriores, para cobrir o débito gerado pela não consecução do objetivo financeiro do “clube”, baseado em cláusula contratual da consultoria negociada com aquele safardana norte-americano, apoiada por mais uma das suas chaves de sabedoria (?):
114 “O trabalho é a resolução de problemas por uma recompensa previamente acertada”.
Viram só? O sabichão do Murdock “não dá ponto sem nó”.

Observem que a semente tem o mesmo valor, o que sugere uma prorrogação do contrato (renovação), por mais um ano, com amortização (percentual sobre o total de certificados de participação do “clube”).
Tal e qual o livro (fracasso de vendas) “1001 Chaves da Sabedoria”, chega às mãos dos sectários da ADVEC, um novo buzugo literário de autoria do Murdock, com o título “O Desígnio”, para distribuição gratuita (rsrsrs) entre aqueles leitores/vítimas da renovação do golpe. Esses, nestes últimos tempos, estão apostatando da fé por seguirem estes espíritos enganadores e por obedecerem a ensinos de demônios como este Mike Murdock que, como o Silas, é um hipócrita mentiroso de consciência já cauterizada.

Cena do crime? Que crime? Perguntam, debochando, sequazes daqueles vilões bíblicos contemporâneos e reais?
Estou falando de crime de estelionato espiritual, não capitulado, AINDA, no Código Penal Brasileiro.
Quem assim o identifica é o renomado e respeitável professor Ricardo Quadros Gouvea cujo currículo os leitores poderão conhecer após sua citação sobre a exploração dos fiéis nas igrejas neopentecostais:

“As instituições religiosas, com destaque para as neopentecostais, responsáveis pela expansão das igrejas evangélicas no país, se corromperam. Para crescerem, exploram os fiéis ao oferecer soluções imediatas: prosperidade e cura de enfermidades através de barganha com o mundo divino, no que ele chama de estelionato espiritual. “Não estão mais empenhadas em ensinar princípios éticos, valores cristãos”, avalia. Daí a necessidade de uma reforma, justifica. Ele defende ainda a existência de um controle público sobre o caixa das igrejas, independente do credo, para cobrar transparência, publicação de balancetes, e evitar a lavagem de dinheiro”.

Resumo de Currículo do Dr. Ricardo Quadros Gouvêa:
Possui formação nas áreas de Filosofia, Ciências da Religião, Teologia, História Intelectual, Letras e Comunicação Social.
Doutor em Estudos Históricos e Teológicos pelo Westminster Theological Seminary, na Pennsylvania, com doutorado na Universidade de São Paulo.
Licenciado em Letras pela Fundação do Ensino Superior de Olinda, PE; Professor de Filosofia e pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Valores do programa de pós-graduação em Administração de Empresas da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Foi professor dos programas de pós-graduação em Ciência da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora e da Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Professor de Teologia nos programas de pós-graduação do Seminário teológico Servo de Cristo.
Professor do programa de pós-graduação de Filosofia da Faculdade Fênix de Brasilia na extensão em Guarulhos, SP.
Professor do programa de pós-graduação da Faculdade Unida de Vitoria, ES.
Membro fundador e primeiro presidente da Sociedade Brasileira de Estudos de Kierkegaard.
Membro fundador da Sociedade Brasileira de Filosofia da Religião.
Tem artigos publicados em revistas acadêmicas, capítulos de livros como, por exemplo, Um Olhar sobre Ética e Cidadania (Editora Mackenzie, 2003) e O Evangelho de Nárnia (Ed. Vida Nova, 2006) e três livros: Paixão pelo Paradoxo: Uma Introdução aos Estudos de Kierkegaard e Sua Concepção da Fé Cristã (Ed. Novo Século, 2000; 2ª edição pela Fonte Editorial, 2006) e A Palavra e o Silêncio: Kierkegaard e a Dialética entre a Razão e a Fé em Temor e Tremor (Custom/Alfarrábio, 2002) e A Piedade Pervertida: Um Manifesto Anti-Fundamentalista em nome de uma Teologia de Transformação (Ed. Grapho, 2006). 

Oremos para que o nosso Código Penal seja revisto em razão do douto parecer do abençoamado Dr. Ricardo.

Finalmente, estamos vendo que é lúcido rever as histórias em quadrinhos e admitir, inda que ludicamente, que somente a intervenção de uma autoridade como o comissário Gordon poderia denunciar esta “sujeira” tempo em que o Batmam, através do batsinal, seria convocado para encarcerar os vilões que estão, criminosamente, explorando o povo de Deus, fazendo comércio da Palavra do Criador de todas as coisas.

Autorizado que estou em meu próximo texto  estarei transcrevendo uma CARTA QUE, HOJE, O APÓSTOLO PAULO ESCREVERIA.
Aguardem.
Alberto Couto Filho

32 comentários:

JOELSON GOMES disse...

Ótimo texto, parabens. Eu já n vejo esses programas para n pecar mais. Deus abençoe sempre.

Pastor Guedes disse...

Caro Amigão, a Paz!

Acabei de chegar de um cidade do interior, madrugada brava aqui em Fortaleza e deparei-me com o seu texto. Desculpe não li, mas achei o seu título sensacional kkkkkkkkk. Não pude dormir sem fazer esse comentários. Só você mesmo!

Depois eu volto.

Seu fã de carteirinha.

Abraço.

Noemi disse...

Es una bendición visitarles, un saludo afectuoso desde mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com
Desde El Salvador Centroamerica

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro irmãozão,

A paz amado!

Creio que economizaste muitas palavras, diante deste assunto tão polêmico.

Permita-me o SILÊNCIO de 1.000 palavras, para não sentir náuseas, no meio do caminho dos parágrafos.

O Senhor seja contigo,

O menor.

Alberto Couto Filho disse...

Pastores Newton e Guedes,
Paz
Vocês são ótimos.
Ainda estamos corrigindo a imagem principal da mensagem. Estamos incluindo o Pinguim (Gildarte Alencar que mais parece aquele boneco da ventriloquia - O Murdock é o ventriloquo.kkkk

*Escritora de Artes* disse...

Olá Caro Amigo Alberto,

Parabéns pelo texto, esses "senhores" citados sao deploráveis....

Abçs

Alberto Couto Filho disse...

Vanessamada,
Paz

Deploráveis - tai: gostei!
Obrigado pela tua visita.

Mário César de Abreu disse...

AMADO ALBERTO,
É SEMPRE UM PRAZER E UMA ALEGRIA ESTAR PERTO DE VOCE MEU IRMÃO,SEJA NO SEU BLOG, NOS E-MAILS OU NA LEITURA DO SEU EFICIENTE E ABENÇOADO LIVRO E QUEM SABE UMA HORA DESSAS A GENTE SE CONHECE PESSOALMENTE.

ESTA MATÉRIA ,COMO NÃO PODERIA DEIXAR DE SER,É EXCELENTE E TOMEI A LIBERDADE DE REPUBLICA-LA NO MEU HUMILDE BLOG ,O JESUS É O SENHOR.

É LAMENTÁVEL QUE AINDA TENHAMOS QUE "SUPORTAR" A FACÇÃO 3M COMO VOCE MESMO CHAMA ESTES ESTELIONATÁRIOS DA FÉ MAS,TENHO CERTEZA COMO VIVE O SENHOR QUE ELE,O DEUS DE TODA A JUSTIÇA ENTRARÁ EM JUÍZO COM ESTES HOMENS EM MOMENTO DETERMINADO EM SUA SABEDORIA E PERFEIÇÃO.
AO SENHOR TODA GLÓRIA,AMÉM.

MARIO

Alberto Couto Filho disse...

Mário,
Paz

Deus está nos dizendo que o fim deles está próximo.
Aguardemos e oremos
Alberto

Alberto Couto Filho disse...

Abençoamada Noemi
Paz
Agradecido por su visita y página comentário.Sua es precioso y me puse a leer sus textos, todos reflectantes y edificante.
Dios está bendiciendo a usted y su espacio.
Al que nos amó primero
Alberto

Graciele Maria disse...

Eu só peço a Deus misericórdia pela sua vida caro, Alberto por usar um meio tão eficaz de comunicação dizendo "Paz" não que paz é essa, falando contra o Deus dessa "Paz" eu acho, enquanto você fala contra eles, milhares de pessoas se convertem a Deus através deles...... Faça o bem, sem olhar a quem... Leva isso pra sua vida!
Deus te abra os olhos...

Graciele Maria disse...

Eu só peço a Deus misericórdia pela sua vida caro, Alberto por usar um meio tão eficaz de comunicação dizendo "Paz" não que paz é essa, falando contra o Deus dessa "Paz" eu acho, enquanto você fala contra eles, milhares de pessoas se convertem a Deus através deles...... Faça o bem, sem olhar a quem... Leva isso pra sua vida!
Deus te abra os olhos...

Alberto Couto Filho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto Couto Filho disse...

Graciela?
Paz
Mas...o que é você? Quem é você?
Credencie-se amado (a) (?) – identifique-se para o blogger.
Não se oculte no anonimato, o esconderijo daqueles covardes que, frustrados, abrigam mágoas e ressentimentos em seus enganosos corações. Escreva algo útil, proveitoso e furte-se a comentar sobre algo que você, pela sua retórica totalmente vazia, demonstra invejável ignorância. Não se espante – a falaciosa e luciferiana teologia da prosperidade tem o poder de estupidificar as pessoas que nela creem, seguindo seus designios escusos, e aceitam a postura indecorosa e indecente dos charlatões que a professam.

Amada (o), você computou os números daqueles que se convertem não a Deus, e sim àquela insidiosa teologia; às absurdidades bíblicas nela contidas; você computou os ingênuos que ao vislumbrarem possibilidades de solucionar seus problemas e de enriquecer, através de atos de mercancia da sua diminuta fé, mediante barganha vergonhosa com Aquele que os ama (a ti também); os criou e que, apesar dos seus erros, os chama ao arrependimento.

Sinceramente, amiga (o), para seu governo, tome nota: não herdarão o reino dos céus:

=> Aqueles aflitos e sem bom ânimo que, segundo Jesus, não poderão vencer o mundo;
=>Aqueles que veem no dinheiro a solução de todos os seus problemas sócio-emocionais; =>Aqueles convertidos ambiciosos, vítimas de falsos mestres, perfeitamente identificados também como vigaristas, infelizmente, pela Justiça (de Deus e dos homens) num processo de “torpeza bilateral”;
=>Aqueles que têm amor pelo dinheiro, raiz de todos os males.
=>Aqueles servos (?) que por não serem “amigos” de Deus, não terão suas petições levadas até ELE, pelo Seu Filho, em quem tem imenso comprazimento.

Não é difícil identificar, em meio a tantas opiniões contrárias a este sórdido estelionato espiritual, que o seu comentário parte de uma pessoa oligofrênica, isto é, alguém carecendo de cuidados psiquiátricos no tratamento da sua indisfarçável oligofrenia – são flagrantes: sua debilidade, idiotia e imbecilidade.
Seu déficit de inteligência é de notória visibilidade, quando escreves que estou falando contra o nosso Deus, o médico dos médicos – consulte-o, em nome de Jesus!
Experimente computar, também, os milhares que viram as costas para o Senhor, quando se apercebem enganados, lesados , ludibriados por esses rufiões – o número é bem maior do que o número daqueles que, por possuírem o dom de “socorros”, doam com generosidade sem se importarem com o rumo tomado por suas doações.
Pergunto à "ilustre desconhecida (o)", como diz o siri-na-lata, seu mentor heresiarca, que ocultou da sua crédula “massa de manobra” as respostas que lhe demos, quando aceito aquele desafio, oligofrênico como o próprio deseducado desafiante:
Você conhece a Bíblia; você a lê ou é uma (um) ignorante escrituristico fadada (o) a perecer por não conhecer a Palavra de Deus? Ouviu falar de Oséias? Você é amiga (o) de Deus?
Creia-me. Estou fazendo um bem para você, sem mesmo conhece-la (o), quando a (o) admoesto, e o faço por saber que devo fazê-lo. Se não o fizesse, conforme Tiago, eu estaria pecando. A propósito, como és da morna Laodicéia, tome cuidado para não ser vomitada (o) pela boca do Criador. (Ap 3)
Leve esta mensagem para a sua vida e que Deus cuide desta sua cegueira espiritual – compre dEle colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas (Ap 3)
Mesmo assim, te amo em Cristo Jesus

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro Irmãozão Alberto,

A paz amado!

É triste que sedentos (como Graciele Maria), prefiram beber da água contaminada pela preguiça, do que em caminhar até a água limpa que fortifica nossos corações, contra a coação da falácia da prosperidade, esta proveniente, dos que enganam, utilizando-se dos recursos contidos na palavra de Deus, para o seu próprio enriquecimento e bem-estar.

Triste. Muito triste!

O Senhor seja contigo,

O menor.

Alberto Couto Filho disse...

Menorzão,
Paz

Como você diz: Triste, muito triste!

Alberto Couto Filho disse...

E ai, Poetaluar?
Paz
Bem vindo, grato.
Fez surpresa o inesperado deste teu chegar - o fulcral é: teu habitat; teus modus vivendi e operandi. Mas gosto muito de tudo isso, composto que sou, também, por riquezas mortas – saudades muitas!
Leia, note, anote: Aprendi quase de tudo, mas por saber da imensidão do nada, digo-me crítico, curioso, metediço me faço. Meu tempo é tudo que me sobra da sua exiguidade, mas nada impedirá visita-lo.
Sou.
Alberto...de Jesus

Geovani Santos disse...

Graça e paz, irmão Alberto Couto!

A cizânia já foi semeada nos campos do Senhor há muito tempo, o mal está feito. Estes "thieves" são amantes dos cifrões, serviçais do engano e asseclas de Mamon. Seu desvio flagrante é notório e inconteste, seus rastros de perdição são indeléveis.

Seus corações estão cheios de "covetousness", suas almas sorveram da poção soporifera de Balaão e se tornaram pregadores do entorpecimento espiritual.

Tamires disse...

Oi Alberto! Seja bem vindo! Paz de Cristo! :)

Geovani Santos disse...

Estava ponderando sobre a seguinte questão: não é a igreja uma entidade sem fins lucrativos? Como, pois, é uma instituição que ostenta tanto poder aquisitivo nas mãos de umas poucas pessoas - seus pretensos administradores?

A Forbes tocou o dedo na ferida ao revelar as fortunas dos "pastores " ou, diga-se de passagem "WOLVES of the multitudes" que em sua torpe ganância engordaram suas contas bancárias, criaram impérios e, sobretudo, ergueram um exército de fiéis zumbificados e subservientes que seguem a risca o bordão de uma antiga brincadeira de criança que dizia: " O que o mestre mandar, faremos todos! "

Desse modo, como que em transe hipnótico, amealharam pela via da credulidade cega, os subsídios necessários para a construção de seus Mega-templos faraonicos ou harmônicos e implementando com tal tática seus maquiavélicos planos de poder em todos os sentidos. A máxima proverbial e descarada deles é, permitam- me a paráfrase : " Não acumuleis tesouros nos céus , mas depositai-os na minha conta".

Com essa cantilena sórdida e imoral se permitem a luxos impensáveis à grande maioria de seus fiéis, muitos dos quais vivendo à custa de um parco salário mínimo. Tudo isso "tenho contemplado debaixo do sol", usando aqui a antiga frase de
Eclesiastes. Tudo e mais um pouco!

Infelizmente muitos já se acostumaram a esta normose religiosa que por sinonímia faz de pastores um símbolo de extorsão e estelionato espiritual, um lamentável estereótipo cunhado pelas intemperanças e excessos de nossos líderes cegos pelo ouro dos tolos ou seria dos bobos?

Geovani Santos disse...

Onde está escrito "faraonicos e harmônicos" seria faraonicos e Salomonicos" . Estes smartphones às vezes corrigem a palavra automaticamente substituindo-a de forma incorreta.


Nos laços do Calvário,

Geovani F. dos Santos

geovanifigueiredodossantos@hotmail. com

Alberto Couto Filho disse...

Oi Tamires,
Paz

Deus conosco.
Alberto

Pedro Henrique Martins disse...

Olá, amado irmão Alberto, a Paz! Perdoe-me pelo "abandono", pois eu infelizmente nunca consegui conciliar muito bem minha vida "normal" com minha vida "cibernética"... Agora, com trabalho novo, pretendo aparecer mais vezes. O texto do irmão é muito pesado, na verdade, mas nada ali foi além da realidade. Obrigado por nos visitar no Alvo, mais que a neve. Perdoe o meu sumiço, tá? Peço que Deus abençoe o amigo, em Nome de Jesus. Ore sempre por mim. Grande abraço, PH

Claudia Sunshine disse...

Graça e Paz do Senhor Jesus, nosso Amado Salvador, caro irmão Alberto! Muito obrigada pela visita e pelo comentário deixado no meu humilde blog http://blogdosultimos.blogspot.com

Pois é... Não podemos nos calar de forma alguma! Ainda tem muitas pessoas inocentes que não percebem as intenções viscerais destes vendilhões. Mas com a internet (com os sites e blogs) vamos falando, vamos alertando, vamos espalhando a verdadeira mensagem de Salvação em Jesus através do arrependimento, e assim vamos fazendo a nossa parte. Não aguento gente que critica os blogueiros por estarmos alertando as pessoas. Através de nossos blogs e sites, muitos que talvez nunca entrariam em templos passam a ver o cristianismo de uma outra forma, da forma como ela precisa ser pregada, como precisa ser vivida. Certamente Deus sabia que todos ouviriam a mensagem da Cruz, por causa do advento da internet, que faria com que esta Mensagem Maravilhosa corresse para os quatro cantos do mundo. Então, vamos fazendo a nossa parte! Gostei muito do seu blog. O texto é forte sim, mas é um belo texto!

Continue firme, irmão! Vamos em frente, seguindo para o Alvo: Jesus!

Em Cristo!

Claudia Paiva (Claudia Sunshine)
http://blogdosultimos.blogspot.com

Alberto Couto Filho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto Couto Filho disse...

Abençoamado Giovani
Paz
Então:
Se nos referimos à Palavra para contestar tais absurdidades, eles deturpam o texto para que a burla seja mantida junto aos pobres cegos espirituais; se os admoestamos quanto ao comportamento correto de um cristão, nos achincalham, fazendo troça das nossas convicções (que já foram as deles); se levamos aos incautos a verdade encoberta nas espurcícias das mensagens desses charlatões, eles nos ofendem, em meio a um palavreado chulo, a palavras de baixo calão – somos basbaques, idiotas, tolos, desocupados, fracassados, invejosos, filhos do diabo, etc.
Quando mais amenas as ofensas, somos taxados de retrógrados, imbecis e desconhecidos ilustres...então, vamos apelar para os nossos legisladores, para a justiça (dos homens e de Deus) tempo em que: neste pais a corrupção parece-nos estar sendo combatida, e nos damos conta da existência de uma repulsiva e nauseabunda politicalha, onde muitos da bancada evangélica adotam a postura daquelas conhecidas “vaquinhas de presépio”, mexendo a cabeça, sempre, em sinal de aceitação, de admissão e de afirmação.
A configuração de um estelionato é devida, nítida, visível.
O desvio de finalidade salta aos olhos;
O enriquecimento ilícito é apontado, até mesmo por eles (Macedo x Valdomiro,) e mais uma pizza foi levada ao forno da desfaçatez para que a engolíssemos, sem mostarda ou kat-chup.

Alberto Couto Filho disse...

Apenas como lembrança;
“ESTELIONATO É UM CRIME capitulado no Artigo 171 do Código Penal Brasileiro.
DEFINIÇAO: "OBTER, PARA SI OU PARA OUTREM, VANTAGEM ILÍCITA, EM PREJUÍZO ALHEIO, INDUZINDO OU MANTENDO ALGUÉM EM ERRO, MEDIANTE ARTIFÍCIO, ARDIL, OU QUALQUER OUTRO MEIO FRAUDULENTO".
Onde está o ilícito penal para caracterizar a existência do crime, questionam debochadamente os agentes mentores do golpe, através dos que os defendem, nos tribunais?
=>A VANTAGEM (ilicitude discutível) obtida é para um e para o outro;
=>O PREJUÍZO ocorrerá pela inexistência da benção negociada, no contrato de compra e venda – a perda decorre da não aquisição da benção;
=>As vítimas, ANTERIORMENTE INDUZIDAS (o clube de um milhão de almas) estão sendo, a partir de agora, MANTIDAS EM ERRO; o artifício é a deturpação da Palavra de Deus (facilmente comprovada), contida na falaciosa e hedionda teologia da prosperidade;
=>O ARDIL/ARTIFÍCIO é a promessa de ganhos 10 vezes maiores que o dinheiro doado, como um bônus espiritual conferido pelo Senhor;
=>O outro MEIO FRAUDULENTO é o constrangimento emocional que tem origem nas ameaças de perdas de bênçãos.
Penso, e não posso ser punido por isto, que a Forbes está dando chance a esses mercenários de protegerem os bens adquiridos (patrimônio) mediante as tramas urdidas apenas para este fim.
O artigo 50 do Código Cívil versa sobre o Abuso da Personalidade Jurídica nas empresas – O DESVIO DA FINALIDADE e/ou CONFUSÃO PATRIMONIAL pode afetar os itens patrimoniais pessoais destes falsos profetas/mestres.

O blá, blá, blá ameaçador do senhor Silas sobre a publicação daquela Revista indica, mais uma vez, que ele, acuado, perdeu definitivamente o controle por saber que o juiz pode decidir que os efeitos das relações de obrigações das suas empresas sejam estendidos aos bens particulares dos seus administradores ou dos seus sócios, , em havendo requerimento do ministério publico, como interveniente num processo que venha as envolver. As declarações daquele senhor, emocionalmente abalado, sobre a pertença dos seus bens, indicam claramente a existência de uma confusão patrimonial como abuso da personalidade jurídica.
Estado laico? Seria esta a razão da enigmática mudez (?) das autoridades legalmente constituídas, para “deixar rolar” toda esta sujeira?
Por saber, conforme Voltaire, “QUE É DIFÍCIL LIBERTAR OS TOLOS DAS AMARRAS QUE ELES VENERAM”, uso as razões expostas como um colírio, para elaborar, em clima de “humor negro”, textos ditos fortes ou pesados, na esperança de que os cegos espirituais abram seus olhos e se vejam como vítimas implícitas dos golpes desses vendilhões do templo.
Façamos a nossa parte, como diz a Claudia Sunshine, para que os "sem bom ânimo" e ambiciosos acordem de seu sono letárgico. E ai, quem sabe...
Só Deus!

Geovani Santos disse...

O Silas há muito se desviou da pureza doutrinária. As suas atitudes intempestivas bem como seu comportamento antipático, destoam do padrão digno dos verdadeiros homens de Deus, cuja vida deve ser pautada no comedimento e na mansidão. Soma-se a isso tudo, o seu envolvimento com o mestre da prestidigitação, Morris Cerullo, e o mago-mor nas técnicas alquimistas de transformação de fé em ouro, Mike Murdock.

O Midas em questão, notabilizado por Malafaia, como um dos homens "mais sábios da atualidade " deixaria Salomão no chinelo. Quantos superlativos supérfluos a um simples mortal, fadado ao ocaso como qualquer um de nós! Eles esqueceram que tudo o que é elevado demais entre os homens soa.como abominação ao Senhor.


Está mesma jactância foi visível em Satanás, perceptivel em Nabucodonosor e flagrante em Herodes. E qual foi mesmo o fim deles? O primeiro foi expulso do céu, o segundo foi comer grama como um quadrúpede e o terceiro foi comido de bichos como todos nós já sabemos.


Apesar de todos esse exemplos bíblicos os homens persistem em sua contumacia e arrogância contra os céus.Isso tudo soa a mundanismo e



Apesar de todos esses exemplos bíblicos, os homens permanecem em

Alberto Couto Filho disse...

Oi, Giovani

Paz
Complemente seu belo comentário.
sds

Geovani Santos disse...

... isso tudo soa a mundanismo e apego excessivo ao que é material. Estão tão enebriados por tais encantos e futilidades que há muito esqueceram de trilhar o caminho do bem. O prêmio do engano de Balaão é replicado e os tropeços são tão normais que o claudicar se tornou virtude louvável.

Quantos infelizes se tornaram presas destes lobos e foram destruídas por sua sanha e loucura desenfreada. Mentes foram obscurecidas e verdades foram distorcidas no afã de se reunir rebanhos para a rapinagem. Vivemos a era da lobificaçao. Uma época marcada por homens frivolos no exercício do pastorado e por rebanhos marionetizados por uma hipnose retórica e sedutora, que atrai multidões ao mesmo abismo de vaidade. Triste, não é irmão Alberto!?

Fabio Sanches disse...

Louvado seja Deus, por existirem ainda 7000 homens que não prostraram os seus joelhos á Baal. Com grande apreço e simpatia, li agora pouco os comentários e estudos postados pelos irmãos.
Infelizmente, no meio da maioria das igrejas evangélicas, já se inverteu os valores, onde importa mais ter do que ser. Que Deus nos livre dos tropeços lançados pelo inimigo de Deus.
Verdade é que não se pode adorar a Deus e ao Dinheiro. Nas belas palavras que vocês tem utilizado, percebe-se a condução do Espírito Santo, o qual nos desperta para uma nova vida em Cristo Jesus. Deus os abençõe. Cordialmente, em pouquíssimas palavras. Irmão Fabio.

Alberto Couto Filho disse...

Oi Fábio
Paz

Alguns fatos trouxeram-me de volta aos comentários deste meu artigo.
Eis que leio, alegremente, sua breve análise em que se posiciona a favor das nossas considerações.
Isto é altruísmo, sabe?
Venha mais vezes por aqui, mesmo que seja pra dizer: DEUS TE ABENÇOE
Alberto

Postar um comentário

Pesquisar assuntos, temas ou postagens

MILAGRES

Veja quem nos visitou recentemente